• YouTube
  • Facebook
  • Twitter

10/12/16 06:51

Quem assediar mulheres na rua será multado em Buenos Aires

Assim como no Brasil, o machismo é uma cultura profundamente enraizado na Argentina
WhatsApp
Qual mulher nunca levou a famosa cantada na rua? Muitos homens consideram elogio, mas o público feminino se sente incomodado e acha uma falta de respeito. Em Buenos Aires, capital da Argentina, quem cometer o assédio será punido com multa de até mil pesos, o equivalente a cerca de R$ 212. A norma foi aprovada nessa quarta-feira (7), pela Legislatura da cidade. 

De acordo com a regra, todos os "comentários sexuais diretos ou indiretos ao corpo, fotografias e gravações de partes íntimas sem o consentimento, contato físico impróprio ou não consensual, perseguição, masturbação e exibicionismo" são compreendidos como assédio sexual.

Segundo o parlamentar Pablo Ferreyra, relator da nova medida, o assédio de rua é "qualquer ato que afete a dignidade e o direito à integridade física e moral". "Todos têm o direito de circular livremente e com a confiança de que não serão violados, e independentemente do contexto, idade, hora do dia ou a vestimenta, os direitos humanos não dependem nem podem ser suspensos por detalhes do ambiente", escreveu Ferreyra.

Assim como no Brasil, o machismo é uma cultura profundamente enraizado na Argentina. O Primeiro Índice Nacional de Violência Machista, divulgado este ano, aponta que 97% das mulheres argentinas já tenham passado por alguma situação de assédio sexual na rua. No entanto, ainda não foi divulgada de que forma ocorrerá essa punição e como será feita a fiscalização nas ruas.

mais notícias » Leia também