• YouTube
  • Facebook
  • Twitter

19/12/16 12:10

Organização registra 57 mortes de jornalistas em 2016

A organização diz também que 2016 registrou dez mortes a menos do que 2015.
WhatsApp
Foi publicado nesta segunda-feira (19) o relatório anual da organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF) onde informa que 57 jornalistas morreram no mundo em 2016.

Na Síria, 19 profissionais da imprensa foram assassinados, seguido pelo Afeganistão (10), México (9), Iraque (7) e o Iêmen (5). Segundo a ONG "além das 57 vítimas fatais, nove "jornalistas-cidadãos" (blogueiros) e oito "colaboradores" de meios de comunicação estão entre as vítimas". 

A organização diz também que 2016 registrou dez mortes a menos do que 2015. A redução significativa de acordo com a RSF, demonstra "que cada vez mais jornalistas fogem de países em guerra como: Síria, Iraque, Líbia, Iêmen, Afeganistão, Bangladesh e Burundi, "que se transformaram em buracos negros da informação, onde reina a impunidade", diz o relatório. 

 Agência Brasil.

mais notícias » Leia também