• YouTube
  • Facebook
  • Twitter

18/10/17 14:16 - Atualizado em 18/10/17 14:22

De olho em 2018, Ednaldo Ribeiro fala em pré-candidatura a deputado estadual

Durante entrevista Ribeiro criticou duramente o Governo Municipal.
WhatsApp
O ex-prefeito de Cruz das Almas Ednaldo Ribeiro confirmou na manhã deste quarta-feira (18), que já pensa em se lançar como pré-candidato a deputado estadual nas eleições de 2018. No entanto, essa candidatura só será possível se o grupo político que lidera concordar. “Nós estamos conversando com o grupo e ouvindo a população. É um clamor do povo, aonde eu chego eles dizem que eu serei o deputado deles. Quero deixar bem claro que eu só vou para a disputa com a viabilidade de ganhar as eleições para trabalhar para minha cidade”, disse Ednaldo em entrevista ao radialista Washington Bahia, da rádio Excelsior Recôncavo FM.

Como oposicionista, Ednaldo não poupou críticas à atual administração dizendo que ‘falta o prefeito assumir de verdade a cidade’. “Ele precisa dizer para o que veio, trabalhar e esquecer a minha vida. Nos quatros cantos que eu chego é o povo me perguntando o que está acontecendo com a nossa cidade. A incompetência, a incoerência, a falta de respeito com o cidadão, nós só vemos isso”, disse. O ex-prefeito ainda negou que tenha deixado a prefeitura com dívidas em caixa após o fim do seu mandato. “É claro que alguém vai procurar defeito para colocar em quem não tem. Minha consciência está tranquila, eu deixei as finanças da prefeitura todas em dias com dinheiro em caixa, já provei isso diversas vezes. Se o prefeito me disser que não é verdade, ele está mentindo”. 

Por fim, Ednaldo Ribeiro negou que exista qualquer racha político em seu grupo e revelou que mesmo com as eleições da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores, os parlamentares Renan de Romualdo (PMDB) e Edson Ribeiro (DEM) têm uma relação de amizade. “Não existe racha na bancada de oposição, em hipótese alguma. A banca está coesa, os vereadores estão juntos e Edson e Renan são amigos, não tem nada de brigas nem inimizades”, concluiu.

Por: Diego Azevedo | FORTE NA NOTÍCIA.

mais notícias » Leia também