• YouTube
  • Facebook
  • Twitter

14/11/17 15:09

Temer cogita exonerar todos os ministros que serão candidatos

Temer afirmou que pretende concluir a reforma até "meados de dezembro".
WhatsApp
O presidente Michel Temer começou a consultar os presidentes dos partidos da base sobre a disposição de fazer em dezembro uma ampla reforma ministerial, trocando todos os 15 ministros que devem ser candidatos na eleição de 2018. O prazo de desincompatibilização de quem tem cargo nos governos é até 31 de março de 2018. A informação foi divulgada pelo jornal O Globo.

Em nota divulgada na segunda-feira, após o pedido de demissão do deputado Bruno Araújo (PSDB-PE) do Ministério das Cidades, Temer afirmou que pretende concluir a reforma até "meados de dezembro". O presidente do PP, senador Ciro Nogueira (PI), afirma que o partido não será empecilho para a reforma. No entanto, segundo ele, o afastamento dos candidatos deve atingir a todos.

"O presidente me consultou. O ideal era que os ministros candidatos saíssem em abril, mas não vamos ser empecilho para a reforma do presidente Temer, desde que a regra valha para todos, que não sejam retirados uns e outros permaneçam", disse Ciro Nogueira. O senador afirmou que Temer ainda não começou a discutir que pastas caberá a cada partido na reforma, e ressaltou que o PP gostaria de indicar o novo ministro das Cidades.

"Não vou dizer que o PP não quer Cidades, mas o PMDB também quer e tem direito. Vamos aguardar", declarou.

mais notícias » Leia também