conecte-se conosco




BAHIA

Ao menos 81 feminicídios foram registrados na Bahia em 2023

Corpo de enfermeira morta em Mussurunga foi enterrado na tarde desta segunda-feira (20).

Compartilhe

Publicado

em

Crédito: Reprodução

Renata Santana de Freitas, de 37 anos, tornou-se mais um nome na estatística de feminicídios na Bahia. A enfermeira foi morta no último domingo (19) pelo marido. Em todo o estado, foram ao menos 81 mortes de mulheres entre janeiro e novembro, segundo levantamento feito a partir de casos noticiados até o momento.

Renata e André Luís Sena de Oliveira eram casados há vinte anos e estavam em processo de separação, já vivendo em casas diferentes. Eles deixam um filho de 15 anos.

Segundo amigos, Renata não costumava falar sobre o relacionamento, mas eles sabiam que André Luís sentia ciúmes em excesso. De acordo com eles, ela não podia ter contato com outros homens, tirar fotos com outros homens ou seguir em redes sociais.

O relatório Elas Vivem, organizado pela Rede de Observatórios da Segurança em 2022, registrou que a Bahia é o estado do Nordeste com maior índice de violência contra a mulher. Larissa Neves, pesquisadora e organizadora do projeto, afirma que 75% dos feminicídios são cometidos pelos companheiros das vítimas.

“É muito importante que as mulheres conversem sobre o que sentem. Que elas tenham ali pessoas de confiança para sinalizar o que ela está passando. Elas precisam externalizar, porque muitas vezes a gente naturaliza esses ciclos da violência, justamente porque a gente não sabe que isso é violência. A gente acredita que isso faz parte da relação e acaba não falando, porque nós temos vergonha de dizer e sinalizar que estamos sendo controladas”, diz a pesquisadora.

Conteúdo Correio

Compartilhe
CONTINUE LENDO

BAHIA

K-9 da PM localiza 7 tabletes de maconha em área de vegetação

O caso aconteceu na tarde de segunda-feira, 22

Compartilhe

Publicado

em

O caso aconteceu na tarde de segunda-feira, 22. - Foto: Divulgação PM


O cão farejador da Polícia Militar da Bahia ajudou na localização de 7 tabletes de maconha em uma área de vegetação, no bairro Portelinha, em Feira de Santana. O caso aconteceu na tarde de segunda-feira, 22.

Segundo a PM, policiais militares da Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT)/Rondesp Leste realizavam ações de policiamento preventivo na região, quando visualizaram diversos homens que, ao perceberem a aproximação dos militares, fugiram por uma área de vegetação.

No local, os militares realizaram buscas com o apoio de um cão farejador, localizando 7 tabletes contendo maconha que foram apresentados na delegacia de Polícia Civil, onde a ocorrência foi registrada.

Compartilhe
CONTINUE LENDO

BAHIA

Eleições 2024: Com mulheres como maioria, TSE divulga perfil do eleitorado de Salvador

A capital baiana conta com 1.969.757 eleitores aptos a votar

Compartilhe

Publicado

em

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou o perfil do eleitorado de Salvador para as eleições de 2024. A capital baiana conta com 1.969.757 eleitores aptos a votar, distribuídos em 19 zonas eleitorais.

A 10ª zona é a que possui o maior número de eleitores na cidade. Do total de eleitores, 55% são mulheres e 45% homens, com a faixa etária predominante entre 45 e 59 anos. Além disso, 819 eleitores estão registrados para votar com nome social.

A maioria dos eleitores soteropolitanos têm ensino médio completo, totalizando 720.268 pessoas, o que representa 36,57% do eleitorado. Outros 316.881 eleitores possuem nível superior completo, correspondendo a 16,09% do total, e 301.962 eleitores têm ensino médio incompleto, representando 15,33% dos votantes.

Em relação ao estado civil, apenas 27% dos eleitores são casados, enquanto 67% são solteiros ou não informaram seu estado civil. Uma expressiva maioria, 94%, não possui informação de cor registrada. Comparado ao pleito de 2020, as eleições de 2024 terão um acréscimo de mais de 70 mil eleitores aptos a votar.

Compartilhe
CONTINUE LENDO

BAHIA

Trem que seguia para manutenção em Alagoinhas descarrila em Pojuca

Não houve registro de feridos.

Compartilhe

Publicado

em

Um trem da empresa VLI descarrilhou na cidade de Pojuca, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), na manhã do último sábado (20).

De acordo com informações da TV Bahia, ele seguia em direção à Alagoinhas, para manutenção, quando dois vagões acabaram saindo dos trilhos. Não houve registro de feridos.

A Superintendência de Trânsito e Transporte de Pojuca, em colaboração com a Guarda Civil Municipal, foi acionada para investigar as causas do acidente e avaliar os danos.

Histórico:

O acidente acontece 41 anos após uma tragédia com trem no município de Pojuca, que deixou quase 100 pessoas mortas. À época, o trem, que transportava combustível, foi atingido por um incêndio de grandes proporções, deixando 99 pessoas mortas, 120 feridas e 2 crianças desaparecidas.

Fonte: Bnews

Compartilhe
CONTINUE LENDO

Mais Lidas