conecte-se conosco




ESPORTE

Bahia visita o Criciúma em busca de vaga nas oitavas da Copa do Brasil

Tricolor encara o Tigre nesta quinta-feira (23), às 19h, no estádio Heriberto Hülse.

Compartilhe

Publicado

em

Crédito: Letícia Martins/EC Bahia

Dez dias depois de ter entrado em campo pela última vez, o Bahia tem um novo compromisso na temporada. E não será uma partida qualquer. Nesta quinta-feira (23), o tricolor encara o Criciúma em uma decisão pela terceira fase da Copa do Brasil. A partida será às 19h, no estádio Heriberto Hülse, em Santa Catarina.

De olho em uma vaga nas oitavas de final da principal copa do país, o Esquadrão começa o duelo com a vantagem de ter vencido o primeiro jogo por 1×0, na Fonte Nova. O cenário, no entanto, deixa o elenco com os pés no chão. O discurso entre atletas e comissão técnica é de respeito ao adversário.

Uma derrota por diferença de um gol leva a decisão para os pênaltis. Para avançar de forma direta, o Criciúma precisa vencer o time baiano por pelo menos dois tentos. Logo após a partida de ida, o técnico Rogério Ceni lamentou o placar magro tamanho o volume ofensivo do Bahia no duelo. Ele ainda projetou um jogo difícil em Santa Catarina por conta da pressão que a torcida. O coro foi reforçado pelo lateral Luciano Juba.

“A gente sabe que tem essa vantagem mínima, saímos ganhando por 1×0, mas trabalhamos bastante durante esse tempo que ficamos sem jogar. É ir lá para fazer um grande jogo e, independentemente de jogar em casa ou fora, do adversário não ter perdido muito lá, temos que nos impor, manter a nossa forma de jogar para e sair de lá com a classificação”, disse.

Além da vantagem, o Bahia usa como trunfo a boa fase que vive. O tricolor não perde há seis jogos entre o Brasileirão e a Copa do Brasil. Na Série A, a equipe ocupa a vice-liderança, com os mesmos 13 pontos do líder Athletico-PR, que figura no topo por ter melhor saldo de gols.

Se garantir a classificação, o Bahia avançará às oitavas de final pela 19ª vez em 33 edições da Copa do Brasil. Além do ganho esportivo, o clube ainda terá um reforço nos cofres, já que a cota para as equipes que disputarem a próxima fase é de R$ 3,4 milhões.

Mesmo com o tempo livre para ajustar o time, o técnico Rogério Ceni não deve fazer grandes mudanças. O treinador consolidou uma base e repetiu a escalação nos últimos quatro jogos. Além do meio-campo formado por Caio Alexandre, Jean Lucas, Everton Ribeiro e Cauly, Everaldo segue no ataque ao lado de Thaciano, enquanto Kanu e Gabriel Xavier formam a dupla de zaga.

CRICIÚMA

Enquanto o Bahia usou o tempo como aliado para descansar o elenco, no Criciúma o longo período de inatividade é um fator que preocupa. Como teve três jogos adiados na Série A, o Tigre não entra em campo desde a derrota para o tricolor na Fonte Nova, no dia 30 de abril.

Com a necessidade de vencer, o técnico Cláudio Tencati deve escalar um time mais ofensivo do que foi no primeiro jogo. A expectativa é de que o atacante congolês Yannick Bolasie seja titular.

O clube aposta ainda na força que tem em casa. Este ano, a equipe perdeu apenas uma partida no Heriberto Hülse, por 2×1, pelo Brusque, ainda no estadual. Em 11 partidas, foram oito triunfos e dois empates.

Conteúdo Correio

Compartilhe
CONTINUE LENDO

ESPORTE

Bahia arranca empate com o Criciúma e continua na perseguição da liderança do Brasileirão

Com a igualdade, o Esquadrão de Aço somou 18 pontos.

Compartilhe

Publicado

em

Foto: Rafael Rodrigues / EC Bahia

O Bahia segue na perseguição da liderança do Campeonato Brasileiro. O Tricolor saiu atrás com 2 a 0 no placar, mas arrancou o empate com o Criciúma em 2 a 2, na noite deste domingo (16), no Heriberto Hülse, pela nona rodada. Marcelo Herme e Arthur Caíke marcaram para os donos da casa, mas Everaldo e Caio Alexandre deixaram tudo igual para o time baiano.

Com a igualdade, o Esquadrão de Aço somou 18 pontos e caiu para o terceiro lugar na tabela de classificação, um a menos do novo líder Botafogo. Na zona de rebaixamento com seis, o Tigre caiu para a 18ª colocação.

Na 10ª rodada do campeonato, o Bahia visita Flamengo, que é o segundo colocado também com 18 pontos, na próxima quinta-feira (20), às 20h, no Maracanã.

Bahia Notícias

Compartilhe
CONTINUE LENDO

ESPORTE

Com gol no final, Vitória consegue primeira vitória contra o Internacional

Os gols do Leão foram marcados pelo volante William Oliveira e pelo zagueiro Wagner Leonardo.

Compartilhe

Publicado

em

Crédito: Victor Ferreira/EC Vitória

Foram 77 dias desde que o torcedor do Leão comemorou a última vitória na temporada. 77 dias de empates, derrotas e uma eliminação na Copa do Brasil. Para acabar com a sina dos rubro negros, coube a William Oliveira e Wagner Leonardo o papel de devolver o sorriso ao estádio Manoel Barradas contra o Internacional neste domingo (16). O gol dos gaúchos foi marcado por Wesley, ex-jogador do Leão. Antes da bola rolar, o Vitória era a única equipe do Campeonato Brasileiro sem conseguir vencer.

Com o resultado, o Leão chega aos seis pontos e ocupa a 18ª posição da competição, empatado com Fluminense, Vasco e Grêmio. Porém, o saldo de gols inferior aos rivais mantém a equipe no Z-4. Depois de, enfim comemorar, o Vitória agora concentra seus esforços para a partida contra o Atlético-MG, também no Barradão. A bola rola nesta quinta-feira (18), às 18h30.

Conteúdo Correio

Compartilhe
CONTINUE LENDO

ESPORTE

Bahia encara o Criciúma de olho na liderança do Campeonato Brasileiro

Fora de casa, Esquadrão busca mais três pontos na Série A

Compartilhe

Publicado

em

Crédito: FELIPE OLIVEIRA/EC Bahia

O Bahia segue na caça ao líder do Campeonato Brasileiro. Depois de vencer o Fortaleza e manter o embalo no torneio, o Esquadrão tem pela frente mais uma chance de assumir a primeira posição da Série A. O oponente da vez é o Criciúma, adversário deste domingo, às 18h30, no estádio Heriberto Hülse, em Santa Catarina, pela 9ª rodada.

Atual segundo colocado do Brasileirão, o tricolor chegou aos 17 pontos e está empatado com o Flamengo, que lidera o campeonato por ter melhor saldo de gols. O Bahia completou sete jogos de invencibilidade na principal competição do país e vai buscar fora de casa os pontos que precisa para se manter no topo da tabela.

O time baiano tem conseguido manter a regularidade mesmo nos compromissos como visitante. Das quatro partidas que fez longe dos seus domínios no Brasileirão, o Esquadrão perdeu apenas uma, para o Internacional, no Beira-Rio, logo na estreia. Depois disso, empatou com Vitória e Atlético-MG e venceu o Botafogo, por 2×1, no Engenhão.

Para o técnico Rogério Ceni, o ponto alto para a boa fase é a entrega dos atletas. Logo depois do triunfo sobre o Fortaleza, ele reconheceu que a equipe não fez um grande jogo, mas destacou a luta até o final para conseguir o resultado.

“Eles entendem, acho que chegaram no ponto de entender que o talento só não sobrevive. A união da marcação, o que mais evoluímos foi sistema de marcação. Houve uma evolução de entrega de caras que são diferentes tecnicamente, mas se sujeitam a voltar, a marcar […] É um sistema valioso, mas que precisa ser muito bem executado”, disse o treinador.

Apesar do retrospecto, internamente elenco e comissão técnica pregam pés no chão e foco diante do Criciúma. Será o terceiro encontro entre os times na temporada. Pela Copa do Brasil, o Bahia levou a melhor e venceu o Tigre nas duas partidas da terceira fase: 1×0, na Fonte Nova, e 2×0, em Santa Catarina. No duelo fora de casa, o tricolor suou e só marcou os gols no fim do jogo. Por isso, o pedido para entrar em campo ligado.

“Todos os jogos do Brasileiro são muito difíceis e, se tratando do Bahia, todo mundo quer marcar individual, tirar a qualidade do nosso meio de campo… Mas com resiliência, com os jogadores do banco, isso mostra a força do grupo. O professor Rogério tem dado várias instruções para a gente desempenhar o melhor. Às vezes, não vamos jogar tão bem, mas temos que vencer os jogos. Precisamos nos manter no topo para ir em busca do título brasileiro”, pontuou o goleiro Marcos Felipe.

Assim como foi diante do Fortaleza, o Esquadrão terá mudanças no duelo fora de casa. Machucado, o zagueiro Kanu forçou o terceiro cartão amarelo e está suspenso. Rezende e Cuesta disputam a posição ao lado de Gabriel Xavier. Quem também será ausência pelo terceiro cartão é o meia Carlos de Pena. Nos Estados Unidos com a seleção da Colômbia, o lateral Arias completa a lista de desfalques.

Por outro lado, o Bahia tem um retorno importante. O meia-atacante Thaciano está à disposição após cumprir suspensão. Ele é o artilheiro do time na temporada, com nove gols. Rafael Ratão, que foi vetado da última partida por conta de um quadro de gastroenterite, também deve ser relacionado.

CRICIÚMA

Enquanto o Bahia mira a liderança do Brasileirão, o Criciúma tenta a recuperação no campeonato. O Tigre vem de três derrotas seguidas, com direito a goleada por 5×2 em casa para o Cuiabá. A sequência ruim deixa a equipe catarinense na 17ª colocação, dentro da zona de rebaixamento, com cinco pontos. O time tem dois jogos a menos.

Apesar de lamentar o momento, o técnico Cláudio Tencati levanta a bandeira de que o clube não pode perder a convicção no trabalho. Diante do Esquadrão, o Criciúma terá os retornos do zagueiro Rodrigo e do lateral Trauco. Já o meia Fellipe Mateus e o atacante Felipe Vizeu estão machucados e serão desfalques.

Correio da Bahia

Compartilhe
CONTINUE LENDO

Mais Lidas