conecte-se conosco




BRASIL

Brasil ultrapassa 5 milhões de casos de dengue e bate novo recorde; número de mortes de aproxima de 3 mil

Em relação ao número de casos, 2024 já supera os dois anos que haviam registrado maior quantidade de infectados.

Compartilhe

Publicado

em

Foto: Raul Santana/Fiocruz/Divulgação

O Brasil alcançou, nesta segunda-feira (20), a marca de 5.100.766 de casos prováveis de dengue em 2024. A informação consta na mais recente atualização do Painel de Monitoramento das Arboviroses, abastecido com base em dados do Ministério da Saúde.

No total, são 2.827 mortos pela doença, quase o triplo dos números do ano passado, quando foram registradas 1.094 mortes. Esta é a maior quantidade de óbitos confirmados desde o início da série histórica no país, em 2000.

Em relação ao número de casos, 2024 já supera os dois anos que haviam registrado maior quantidade de infectados, até então: 2015, com 1.688.688 diagnósticos, e 2023, com 1.641.278. São Paulo lidera o ranking de número de casos graves da doença (13.120), seguido por Minas Gerais (9.228) e Paraná (8.339).

Segundo o Ministério da Saúde, o alto volume de casos registrado neste ano tem relação com fatores como as mudanças climáticas e a circulação de mais de um sorotipo do vírus.

Bahia Notícias

Compartilhe
CONTINUE LENDO

BRASIL

SAJ: 14º Batalhão da PM reforça patrulhamento tático para o São João 2024

A operação contará com uma série de medidas estratégicas

Compartilhe

Publicado

em

Foto: Reprodução

A partir desta quarta-feira (19), o 14º Batalhão da Polícia Militar de Santo Antônio de Jesus dará início à Operação São João 2024 com reforço das ações de segurança durante os festejos juninos. A operação tem como objetivo garantir a segurança e a tranquilidade de moradores e visitantes que participam das festividades.

De acordo com a companhia, serão mais de 200 policiais reforçando a segurança em toda a cidade através da Operação Forró e Paz.

A operação contará com uma série de medidas estratégicas:

  • 3 Portais de Abordagem: Instalados em pontos-chave para controlar a entrada e saída de pessoas.
  • 15 Postos Elevados de Observação: Posicionados para monitorar grandes áreas e identificar rapidamente qualquer problema.
  • Posto de Comando: Para coordenação central das operações de segurança.
  • 13 Câmeras de Monitoramento: Distribuídas por toda a área do evento para vigilância contínua.
  • Patrulhas a Pé: Policiais circulando entre os participantes para garantir a presença constante da força de segurança.

Unidades Envolvidas na Operação

Além do 14º Batalhão, diversas outras unidades estarão envolvidas para garantir a segurança durante o São João:

  • Comando de Policiamento da Região do Recôncavo.
  • Academia de Polícia Militar.
  • Grupamento Aéreo.
  • Companhia Independente de Policiamento Tático – Recôncavo.
  • 64ª Companhia Independente de Polícia Militar.
  • Companhias Independentes de Policiamento Especializado Cacaueira e Litoral Norte.
  • Esquadrão de Motociclistas Asa Branca.
  • Cada uma dessas unidades desempenhará um papel crucial no planejamento e execução das estratégias de segurança para os festejos juninos.

Conteúdo Blog do Valente

Compartilhe
CONTINUE LENDO

BRASIL

Com salários entre R$ 8,5 mil e R$ 14 mil, TRF1 abre concurso

Bolsas para aprimorar conhecimentos voltada para a população LGBTQIAPN+, mulheres, pessoas negras e profissionais 50+.

Compartilhe

Publicado

em

Foto: Reprodução

Foi publicado o edital para o concurso do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1). O certame oferece 17 vagas imediatas para técnico judiciário e analista judiciário, além do cadastro de reserva para os dois cargos, cuja remuneração inicial é de R$ 8,5 mil e R$ 14 mil, respectivamente.

O TRF1 abrange os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Piauí, Rondônia, Roraima, Tocantins e Distrito Federal. Os interessados devem se inscrever entre 19 e 22 de junho no site. A banca organizadora será a da Fundação Getúlio Vargas e o valor da taxa de inscrição é de R$ 90 (técnico) e R$ 120 (analista). As provas objetivas e discursivas estão previstas para 29 de setembro.

Super estagiários para a Tim

A TIM está procurando mais “Super Estags” para compor sua equipe em diferentes regiões do Brasil. A operadora está com inscrições abertas para o Programa de Estágio 2024 até o dia 19 de julho, com 145 vagas para áreas de tecnologia, análise de dados, gestão corporativa, engenharias, finanças e negócios. O modelo de trabalho é híbrido, com presença no escritório por até três dias na semana. Para maximizar as oportunidades de aprendizagem dos(as) estagiários(as) é prevista a flexibilização de até quatro dias presenciais, com acompanhamento de tutor, e uma jornada de aprendizagem customizada para o desenvolvimento de competências específicas das áreas de atuação, habilidades digitais e comportamentais. As bolsas têm valores entre R$ 1.530 e R$ 1.700 . Acesse licando AQUI.

Bolsas da diversidade

A Strides Tech Community lançou uma ação em parceria com a ImpulsoBeta com o objetivo de fornecer 1.000 bolsas de estudo para lideranças tech diversas, de forma a capacitá-las para altos cargos de gestão das empresas do setor. As organizações estão destinando 500 bolsas exclusivamente para lideranças LGBTQIAPN+ e as demais 500 bolsas para mulheres, negras, 50 +. As inscrições podem ser realizadas através do site.

Conhecimentos abertos

A John Deere lançou o Campus John Deere, uma plataforma de educação online aberta ao público. Com o objetivo de democratizar o acesso ao conhecimento especializado sobre a área agrícola. Para se inscrever, basta acessar o site.

Anote ai 

A BRK oferece oportunidades para estudantes universitários que querem iniciar a carreira. As inscrições seguem abertas até o dia 30.06 Acesse clicando AQUI.

Correio da Bahia

Compartilhe
CONTINUE LENDO

BRASIL

Inverno começa nesta semana e deve ter temperaturas acima da média

Instalação do fenômeno La Niña deve favorecer a entradas de mais frentes frias no país, mas os períodos de temperaturas mais altas devem predominar.

Compartilhe

Publicado

em

Foto: Fábio Lima/O Popular

O inverno, que começa na próxima sexta-feira (21), deve trazer alívio para as temperaturas que têm se mantido acima da média. Segundo a Climatempo, a massa de ar seco instalada sobre o Brasil deve se estender até o os últimos dias do outono.

☀️O Brasil está enfrentando um fenômeno chamado de veranico. São períodos de mais de quatro dias quentes no inverno ou no outono. Ao longo desses dias, a temperatura fica acima de média e o tempo se mantém seco, com poucos registros de chuva.

Segundo Fábio Luengo, meteorologista da Climatempo, o calor deve amenizar na transição para o inverno.

“A previsão é que, por volta do dia 23, no primeiro fim de semana da próxima estação, as temperaturas fiquem mais baixas”, comenta o meteorologista.

Apesar da expectativa de frio nos primeiros dias de inverno, dias de muito frio não devem ser o padrão para a estação.

🌡️Segundo os meteorologistas, não são esperados extremos de frio ou calor, mas sim um equilíbrio entre os dois. Há uma tendência para mais dias com temperaturas mais elevadas que o normal, mas ainda assim períodos de frio ao longo da estação.

Temperaturas acima da média

Vinicius Lucyrio, meteorologista da Climatempo, explica que, de maneira geral, o inverno de 2024 terá temperaturas acima da média. O destaque fica para o final da estação, entre agosto e a primeira quinzena de setembro, período que pode registrar inclusive novas ondas de calor.

Ela destaca também que, apesar de serem esperado dias de frio, até mais gelados do que no ano passado, os períodos com temperaturas mais altas do que o normal vão predominar e ser mais longos.

Andrea Ramos, meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) comenta que o mês de junho deve ser quente, ainda por conta da influência da massa de ar seco e quente instalada no país.

“Isso deve manter as temperaturas elevadas e a umidade baixa, ficando em torno de 25% em alguns pontos”, analisa.

La Niña e a entrada de mais frentes frias

Com o fim no El Niño, fenômeno que aquece as águas do Oceano Pacífico Equatorial, e a passagem pela fase neutra, há expectativa da instalação do La Niña no segundo semestre deste ano.

❄️O La Niña ocorre quando há o resfriamento da faixa Equatorial Central e Centro-Leste do Oceano Pacífico. Ele é estabelecido quando há uma diminuição igual ou maior a 0,5°C nas águas do oceano. O fenômeno acontece a cada 3 ou 5 anos.

🌊 Para o Brasil, os efeitos clássicos do La Niña são:

  • Aumento de chuvas no Norte e no Nordeste;
  • Tempo seco no Centro-Sul, com chuvas mais irregulares;
  • Tendência de tempo mais seco no Sul;

Além desses efeitos, o La Niña propicia a chegada de mais massas de ar frio ao centro-sul do continente americano, afetando países como Argentina, Chile, Uruguai, Paraguai e áreas do centro-sul do Brasil.

Com isso, Lucyrio explica que o Rio Grande do Sul, Santa Catarina e parte do Paraná devem receber uma maior quantidade de massas de ar frio no início do inverno.

Apesar disso, poucas dessas massas vão conseguir avançar para o interior do Brasil, incluindo as regiões Sudeste, Centro-Oeste e até mesmo partes do Norte.

“A partir de julho e agosto, a quantidade de massas de ar frio começará a aumentar gradualmente e se tornará mais perceptível”, analisa o meteorologista.

A mudança deve ser mais evidente nos meses de julho e agosto, com mais dias com os termômetros registrando marcas mais baixas.

Conteúdo G1

Compartilhe
CONTINUE LENDO

Mais Lidas