conecte-se conosco



BAHIA

PM da Bahia monta operação especial para Enem 2021

Publicado

em

A Polícia Militar da Bahia preparou um planejamento operacional envolvendo mais de três mil policiais militares para oferecer mais segurança aos mais de 300 mil estudantes inscritos na prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021, que acontece neste domingo (21) em 162 municípios baianos.

O policiamento será realizado a pé e motorizado no entorno dos 1.106 locais de aplicação de prova com o emprego de equipes das tropas convencionais e das unidades especializadas.

O planejamento operacional da PM começou em abril deste ano com a confirmação da realização do Enem. Já o trabalho operacional teve início no dia 5 de novembro, quando as primeiras aeronaves chegaram a Salvador e as provas foram transportadas pelos Correios até o Batalhão do Exército com a escolta da PM.

Ainda entre as ações, a PM inicia nesta sexta-feira (19) a escolta da rota dos centros de distribuição dos Correios até os locais de realização de provas, bem como a logística inversa. A operação especial só termina na próxima terça-feira (23) com a escolta reversa das provas preenchidas até os aeroportos.

Compartilhe
CONTINUE LENDO

BAHIA

Mulher é presa em ônibus na BA após ser flagrada com maconha em mala; drogas foram achadas por cadela farejadora

Caso aconteceu nesta quinta-feira (26), na BR-116, trecho da cidade de Vitória da Conquista. Suspeita tinha Caruaru como destino.

Compartilhe

Publicado

em

Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária Federal

Uma mulher de 24 anos foi presa com cinco quilos de maconha, nesta quinta-feira (26), dentro de um ônibus, na BR-116, em fecho de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia. Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a droga foi encontrada com a ajuda da cadela K9 Kaleu.

Policiais da PRF faziam fiscalização no km 830 da rodovia, quando abordaram um ônibus que seguia de São Paulo com destino a Caruaru, em Pernambuco.

Ao subir no veículo e conversar com os passageiros, os policiais detalharam a fiscalização no ônibus. A cadela K9 Raia sinalizou que havia algo dentro de uma mala, de cor vermelha. Os policiais revistaram a bagagem e encontraram oito tabletes de maconha. Foi realizada a checagem da bagagem e identificada a responsável pelo transporte das drogas.

Aos policiais, a mulher disse que recebeu a maconha dentro de um trem na estação do Braz em São Paulo. Informou ainda que ganharia uma quantia em dinheiro quando entregasse a maconha em Caruaru.

A passageira foi levada com as drogas para a uma delegacia e vai responder pelo crime de tráfico de drogas.

Conteúdo G1

Compartilhe
CONTINUE LENDO

BAHIA

Com uma semana de greve completa, professores fazem manifestação na Av. Garibaldi

Os professores não chegam a ocupar a pista, mas segundo radares da Transalvador, o trânsito apresenta lentidão no sentido Centro

Compartilhe

Publicado

em

Foto: Leitor Metro1

Professores da rede municipal de ensino se reúnem, na manhã desta quinta-feira (26), nas proximidades da sede da Secretaria Municipal da Educação de Salvador (Smed), na Avenida Anita Garibaldi. Os professores não chegam a ocupar a pista, mas segundo radares da Transalvador, o trânsito apresenta lentidão no sentido Centro.

A greve realizada pela categoria completou uma semana nesta quinta. Em um impasse com a prefeitura, os professores pedem o reajuste do piso salarial para profissionais de todos os níveis.

A categoria pede 33,4% de reajuste. Até o momento, a prefeitura ofereceu 6% mais mudanças de níveis, o que, segundo Bruno Reis, elevaria o reajuste a 11,37%.

Metro1

Compartilhe
CONTINUE LENDO

BAHIA

São João 2022 traz de volta a alegria e aquece as finanças

Após 2 anos de restrições, festa retoma suas características e incrementa a arrecadação dos municípios.

Compartilhe

Publicado

em

Foto: Luciano Carcará | Ag. A TARDE

Uma das maiores festas regionais do país e a mais popular do Nordeste, o São João da Bahia volta em 2022, após dois anos de pandemia, movido pela tradição do arrasta-pé, da música e das comidas típicas e, sobretudo, com a perspectiva de incremento econômico para os cofres públicos municipais e para quem tem no período uma alternativa de renda extra. Conforme a Superintendência de Estudos Econômicos da Bahia, os festejos juninos de 2019 arrecadaram mais de R$ 550 milhões e geraram 50 mil postos de trabalho, em todo o estado. Ainda segundo o órgão, o evento movimenta as finanças de, pelo menos, 311 municípios, ou seja, 74,5% de todo o território baiano, e essas cidades arrecadaram, no último São João, R$ 64,7 milhões.

A autorização das festas juninas na Bahia pelo governo estadual – decorrente da queda dos números de pessoas acometidas pela Covid-19 e do avanço da vacinação – veio acompanhada do anúncio, em abril, do Edital de Seleção Pública para a Celebração de Convênios de Cooperação Técnica e Financeira. A iniciativa, lançada por meio da Superintendência de Fomento ao Turismo do Estado da Bahia (Bahiatursa), teve como objetivo a viabilização do São João e das demais festas juninas. O fortalecimento de festejos em diversas localidades baianas tem, como consequência, “o aquecimento do turismo e da economia no mês de junho”, como ressaltou o governador Rui Costa, na ocasião.

O diretor-superintendente da Bahiatursa, Diogo Medrado, afirma que as expectativas para o São João 2022 são positivas. “Não temos como quantificar o público e a arrecadação, porque cada cidade realiza a sua festa. A nossa intenção, com o edital das prefeituras, foi justamente valorizar e fortalecer a tradição dos festejos juninos em todas as zonas turísticas da Bahia. Temos, sim, a perspectiva de ampliação de arrecadação, bem como do aumento do fluxo turístico dentro do próprio Estado da Bahia, com a presença de milhares de pessoas se divertindo e movimentando a economia de cada lugar, gerando emprego e renda”.

Para a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – Bahia (Abih-BA), o São João se insere neste momento em que, aos poucos, o setor turístico vai recuperando o fôlego. “Foram dois anos sem as tradicionais festas que, além de entreter os baianos e turistas, movimentam a economia do Estado. Impulsionados também pelo verão, os primeiros quatro meses deste ano foram bem melhores que o mesmo período dos anos de 2020 e 2021, com média de ocupação hoteleira de quase 60%”, destaca o presidente da entidade, Luciano Lopes.

O anúncio do São João da Bahia, completa o dirigente da Abih, deixou animado o setor turístico, já que a festa traz uma grande movimentação para o estado, com fluxo de turistas tanto da Bahia, como de outras regiões. “Com o feriado junino, acreditamos em um cenário positivo e de movimento para todo o trade. Só aqui, em Salvador, terá programação aberta ao público em três regiões diferentes da cidade, sendo eles no Subúrbio Ferroviário, Pelourinho e no Parque de Exposições. Além da capital, o São João da Bahia, viabilizado pelo governo estadual, vai apoiar festejo juninos no interior do estado, despertando boas expectativas para a ocupação hoteleira”, avalia.

Artesanato e agricultura

As prefeituras municipais acreditam em uma arrecadação maior em relação a de 2019. Cachoeira, no Recôncavo Baiano, por exemplo, deverá ter um giro financeiro de R$ 1 a R$ 1,5 milhão no período, segundo o secretário de Cultura de Cachoeira, Eduardo Morais. O município do Recôncavo Baiano promove o São João Feira do Porto, tradicional desde a década de 1970, assim chamado porque produtores de cidades vizinham desembarcavam seus produtos artesanais e agrícolas no Porto de Cachoeira, no dia da festa. “Nosso município se transforma em uma vila, com uma programação musical bem planejada, e acreditamos que, este ano, haverá um crescimento de cerca de 30% de público, decorrente do crescimento do fluxo turístico em geral, após dois anos de pandemia”, avalia o gestor.

O prefeito de Candeias, Pitágoras Alves, também está considerando um aumento de público no Arraiá do Aconchego 2022 e um crescimento das vendas do comércio do município da Região Metropolitana de Salvador em torno de 30% a 40%. No último São João (2019), passaram pelo local nos três dias de festa cerca de 30 mil pessoas, conforme o gestor. “Com a grade de shows remodelada e trazendo os melhores nomes artísticos do cenário musical, a expectativa é que esse público cresça consideravelmente. Ficamos dois anos sem o nosso ‘arraiá’, que é conhecido por ser o maior da região. Neste ano, a prefeitura preparou uma grade com diversidade de cantores e bandas nacionais e da região para trazer alegria e muito forró, entre 24 e 26 de junho”, revela.

Juazeiro, na região Centro-Norte da Bahia, não tem um histórico de grandes festas juninas, mas a programação para o mês de junho já está sendo preparada, como o Santo Antônio das Tradições, evento que acontece na orla da cidade, de 9 a 13, com a proposta de valorizar os artistas da terra. “Para 2022, a nossa gestão, que teve início no ano passado, programou um ciclo junino, que começa com os festejos da Padroeira de Santa Teresinha, no distrito de Carnaíba do Sertão. No período do São João, a festa será no interior, em Juremal, outro grande distrito do município. Como este ano marca a retomada dos eventos após a pandemia, a expectativa é que haja um grande público e que muita gente saia de casa para comemorar e festejar”, diz a prefeita Suzana Ramos.

O São João deste ano em Luís Eduardo Magalhães também promete ser “um dos maiores sucessos, como em todo canto do Nordeste”, conforme o prefeito Júnior Marabá. “Passamos dois anos por uma pandemia que deixou a nação forrozeira com saudades das comemorações juninas. Isso deverá aquecer ainda mais o que já é um período festivo bastante propício para o comércio. Tem muitos municípios que consideram o São João como mais um Natal em termos de vendas. Nós vamos festejar o São João nos dias 16, 17 e 18 de junho, uma semana antes da data tradicional, visando atrair o maior número de pessoas da região à nossa cidade para assistir a shows de nomes como Wesley Safadão, Bel Marques, Thiago Aquino, Desejo de Menina e Forró dos Plays. Já os dias 24 e 25 estão reservados para a apresentação das quadrilhas regionais e atrações locais”.

Já em outras cidades, os festejos de São Pedro terão mais evidência. É o caso de Eunápolis, no Sul da Bahia, com o seu já conhecido “Pedrão de Eunápolis”, promovido pela prefeitura municipal. O evento, que acontece de 29 de junho a 3 de julho, atrai turistas de várias regiões e é considerado um importante gerador de emprego e renda. Depois de dois anos sem acontecer, serão cinco dias de festa com atrações nacionais, que se apresentarão no palco principal, além de artistas locais. Com o tema “Encontro de São João com Pedrão”, o evento deverá atrair mais de 100 mil pessoas por noite. Antes, de 13 a 26 de junho, a gestão municipal promove a festa de São João nos bairros e na zona rural, com atrações locais.

Conteúdo A Tarde

Compartilhe
CONTINUE LENDO

Mais Lidas

novo