conecte-se conosco



POLÍTICA

Bolsonaro lidera corrida presidencial para 2022, diz pesquisa

Publicado

em

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Paraná Pesquisas entre os dias 18 e 21 de julho mostra que o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) lidera todos os cenários de primeiro turno na disputa presidencial de 2022— com porcentuais que vão de 27,5% a 30,7%.

Com isso, ele derrotaria o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o ex-­prefeito Fernando Haddad (PT), o ex-­governador Ciro Gomes (PDT), o ex-­ministro Sergio Moro, o governador paulista João Doria (PSDB) e o apresentador Luciano Huck.

Moro tem 17,1%; Haddad 13,4%; Ciro Gomes 9,9%; Luciano Huck 6.5%.

Segundo a mesma pesquisa, 48,1% dos brasileiros desaprovam a gestão de Bolsonaro (eram 51,7% no fim de abril) e 38% consideram ruim ou péssimo o seu trabalho (eram 39,4%). Comparada a um levantamento anterior da Paraná Pesquisas, de três meses atrás, a aprovação oscilou positivamente de 44% para 47,1%, enquanto o contingente que considera seu mandato ótimo ou bom foi de 31,8% para 34,3%, variação acima da margem de erro de 2 pontos porcentuais para mais ou para menos.

Compartilhe
CONTINUE LENDO

POLÍTICA

Paraná / BN: ACM Neto aumenta distância para Jerônimo e Roma e venceria no 1º turno

Com exceção de ACM Neto, todos os candidatos oscilaram para baixo.

Compartilhe

Publicado

em

Foto: Montagem/ Priscila Melo

O ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (União Brasil), ampliou a distância nas intenções de voto no comparativo com os principais adversários, Jerônimo Rodrigues (PT) e João Roma (PL). Levantamento realizado pelo Instituto Paraná Pesquisas entre os dias 30 de junho e 4 de julho, sob encomenda do Bahia Notícias, mostra o ex-prefeito com 58% das intenções de voto, enquanto Jerônimo tem 15,8% e Roma fica com 9,1%. As oscilações aconteceram dentro da margem de erro, de 2,5%, no comparativo com uma pesquisa similar, realizada no último mês de abril.

Com exceção de ACM Neto, todos os candidatos oscilaram para baixo. O ex-prefeito da capital baiana tinha 55,4% – 2,4% a menos do que no novo levantamento. Jerônimo caiu de 16,1% para 15,8% e Roma de 10,1% para 9,1%. O candidato do PSOL, Kleber Rosa, que chegou a 1,2% em abril, caiu para 0,5% e Giovani Damico (PCO) oscilou de 0,5% para 0,1%.

Completam os números 9,8% dos entrevistados, que indicam pretender votar nulo, branco ou em nenhum dos candidatos e somente 6,9% disseram não saber ou preferiram não responder.

Caso confirmados os números, o gestor soteropolitano venceria a disputa em um único turno. Somados, os adversários dele chegam a menos da metade das intenções de voto registradas por ele.

ESPONTÂNEA

Quando não são apresentados os candidatos, o ex-prefeito de Salvador também aparece à frente na corrida, com 23,7%, enquanto Jerônimo tem 7% e Roma fica com 4,5%. Rosa foi citado por 0,2% dos entrevistados e até mesmo o governador Rui Costa, que não pode tentar uma nova reeleição, apareceu, com 1,3%.

Outro aspecto analisado pela pesquisa foi a certeza de voto. ACM Neto tem 40,2% nesse quesito; Jerônimo tem 11,1% e Roma 7,3%. No sentido inverso, o candidato do PL é quem tem a maior rejeição: 39,2% dos entrevistados indicam que não votariam nele. Kleber Rosa fica com 36,6% nesse quesito e Jerônimo com 32,7%. O ex-prefeito de Salvador não receberia os votos de 23,5%.

Jerônimo e Roma têm nível de desconhecimento similar. O ex-ministro da Cidadania não é conhecido por 32,4% e Jerônimo por 30,1%. ACM Neto é amplamente conhecido: apenas 1,8% disseram não o conhecer o suficiente para opinar.

A pesquisa ouviu 1640 pessoas, em 72 municípios, entre os dias 30 de junho e 4 de julho, com margem de erro de 2,5% e intervalo de confiança de 95%. Está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob nº BA-07579/2022.

Bahia Notícias

Compartilhe
CONTINUE LENDO

POLÍTICA

Paraná Pesquisas/ BN: Otto lidera com folga corrida ao Senado; Cacá aparece em segundo

Publicado

em

Foto: Montagem/ Priscila Melo

Primeiro levantamento realizado pelo Instituto Paraná Pesquisas após a substituição de João Leão por Cacá Leão, ambos do Progressistas na chapa do ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (União Brasil), mostra que o senador Otto Alencar (PSD), candidato à reeleição, lidera com certa folga a corrida pela vaga na Câmara Alta. Otto tem 33,9% das intenções de voto, enquanto Cacá aparece com 12,8%.

Como houve a mudança dos nomes, a comparação entre os levantamentos resulta em números que não podem ser colocados em paralelo. No levantamento anterior, Otto tinha 32,7% e João Leão ficava com 15,4%. Outro nome na disputa, Dra. Raíssa Soares aparece com 7,4% das intenções de voto, enquanto Tâmara Azevedo foi citada por 4,2% dos entrevistados.

Ainda não sabem em quem votar 16,8% dos eleitores, e 24,9% dizem que vão votar em branco, nulo ou em nenhum dos candidatos citados. A pesquisa não fez levantamentos espontâneos para a vaga de senador. Na corrida pelo governo da Bahia, o ex-prefeito ACM Neto venceria a eleição em primeiro turno.

A pesquisa ouviu 1640 pessoas, em 72 municípios, entre os dias 30 de junho e 4 de julho, com margem de erro de 2,5% e intervalo de confiança de 95%. Está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob nº BR-00774/2022.

Bahia Notícias

Compartilhe
CONTINUE LENDO

Mais lidas

Deputado Pedro Tavares participa de festas no Recôncavo Baiano

egundo Tavares, essas celebrações são importantes para a cultura, sendo símbolos da história do estado, além de contribuírem bastante com a movimentação da economia.

Compartilhe

Publicado

em

Foto: divulgação

O deputado estadual Pedro Tavares (União-Brasil), participou de festas tradicionais de alguns municípios do Recôncavo Baiano, no último final de semana. Depois de dois anos sem festividades, a população aproveitou com alegria os eventos. Segundo Tavares, essas celebrações são importantes para a cultura, sendo símbolos da história do estado, além de contribuírem bastante com a movimentação da economia. Ligado nas demandas e acontecimentos das cidades, o parlamentar passou por São Félix, Cruz das Almas e Governador Mangabeira.

Em São Félix, o deputado participou das comemorações de 02 de Julho, Independência da Bahia. O parlamentar prestigiou a cerimônia na Câmara de Vereadores ao lado do prefeito Alex Aleluia, da primeira-dama, Mônica, do deputado federal Paulo Azi, do ex-prefeito José Antonio, dos vereadores e demais autoridades do município.

“O Dois de Julho é a data magna da Bahia e em São Félix, esse dia tem um grande significado pela história de luta do seu povo pela independência do nosso país. Foi uma honra estar presente na cidade e apreciar o desfile cívico ao lado dos amigos”, afirmou.

Em Cruz das Almas, Tavares esteve no Casamento de Seleão, ao lado do prefeito Ednaldo Ribeiro, do vice-prefeito André Eloy, vereadores e demais amigos. “Antes da pandemia sempre estive presente nessa festa, marcada pela irreverência do nosso povo. Parabéns a todos por preservarem a tradição. Obrigado pelo carinho e receptividade”, ressaltou.

Em Governador Mangabeira, o deputado participou dos festejos ao Dois de Julho, que também se tornou uma marca cultural da cidade. Tavares prestigiou o evento ao lado do prefeito Marcelo Pedreira, do vice-prefeito Orlandinho, do deputado federal Leur Lomanto Jr, vereadores, secretários e amigos da cidade, além de lideranças regionais.

“Foi muito bom ter participado dessa festa que voltou a ser realizada,depois de dois anos. Quero parabenizar o prefeito e toda a sua equipe pelo sucesso do evento”, frisou.

Foto: divulgação
Compartilhe
CONTINUE LENDO

Mais Lidas

novo