conecte-se conosco




GERAL

Ataque perto de Moscou: homens armados matam ao menos 40 em casa de shows

Após explosões, local pegou fogo.

Compartilhe

Publicado

em

Foto: Maxim Shemetov/Reuters

No pior atentado na Rússia em 20 anos, um grupo armado de metralhadoras e com roupas camufladas abriu fogo nesta sexta-feira (22) contra homens e mulheres que assistiam em uma casa de shows perto de Moscou —dezenas de pessoas morreram e centenas ficaram feridas. A Ucrânia, com quem a Rússia trava uma guerra há dois, disse não ter relação com o episódio.

Segundo a Tass, agência de notícias oficial da Rússia, os números mais atualizados são de:

  • 40 mortos.
  • Mais de 100 feridos.

A ação começou por volta das 20h (14h em Brasília), quando a banda Picnic estava se preparando para tocar na casa de shows Crocus City Hall, em Krasnogorsk, cidade próxima a Moscou. Ao menos cinco atiradores começaram o ataque no saguão e, depois, invadiram o local, de acordo com a Tass.

Foram ouvidas duas explosões no local, e o local pegou fogo. Os bombeiros conseguiram controlar as chamas, mas, segundo a agência de notícias Tass, o teto do Crocus City Hall pode cair a qualquer momento por causa das explosões e dos tiros.

O Ministério Público abriu uma investigação e afirmou que se trata de um atentado terrorista.

O QUE SE SABE ATÉ AGORA

  • Houve 40 mortos e mais de 100 feridos oficialmente, segundo a Tass.
  • Ainda não há informações precisas sobre o número de atiradores
  • Vídeos nas redes sociais mostram pessoas correndo pelos corredores da casa de show em meio aos corpos das vítimas.
  • Foi o pior atentado na Rússia desde a invasão de uma escola em 2004 em Beslan.
  • O show da banda de rock Picnic estava prestes a começar.
  • O local se chama Crocus City Hall, um espaço com shopping, restaurantes e casa de shows em um mesmo espaço.
  • Segundo a Tass, o teto do Crocus City Hall pode cair a qualquer momento por causa das explosões e dos tiros.
  • O governo da Ucrânia afirmou que não tem nenhuma relação com o atentado.

Por volta de 20h em Moscou (14h em Brasília), a banda Picnic estava se preparando para tocar quando aconteceu o atentado. Os atiradores começaram o ataque no lobby da casa e, depois, invadiram o salão, de acordo com a agência oficial de notícias Tass.

Até a última atualização desta reportagem, nenhum grupo reivindicou a autoria do ataque. Esse é o pior atentado na Rússia em 20 anos, de acordo com a agência de notícias Associated Press.

Conteúdo G1

Compartilhe
CONTINUE LENDO

GERAL

Aos 93 anos, Silvio Santos é internado em São Paulo

Apresentador estaria no Hospital Albert Einstein após ter sido diagnosticado com H1N1.

Compartilhe

Publicado

em

Foto: Reprodução/Instagram

O apresentador Silvio Santos teria sido internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, após ser diagnosticado com H1N1. De acordo com a Folha de S. Paulo, o dono do SBT, de 93 anos, estaria no local desde a noite de terça (16/7), passa bem, mas até o momento não tem previsão de alta.

Segundo o jornal, pessoas próximas a Silvio, teriam dito que o apresentador estaria passando por alguns exames, devido a sua idade avançada. Uma melhora estaria sendo aguardada para que o Dono do Baú possa ir para casa.

Recentemente, Cintia Abravanel refletiu sobre o estado atual do pai, que está longe da televisão desde 2022. A filha mais velha do comunicador abriu o jogo em relação à expectativa do público pela volta de um apresentador que, segundo ela, “não existe mais”.

“O meu pai está ótimo. Às vezes, ele fala que vai voltar a trabalhar, outras, não. Diz que está com preguiça, e ele pode ter preguiça… Mas o que mais me preocupa é a expectativa do público e a saudade das pessoas de um Silvio Santos que não existe mais”, declarou ao F5, da Folha de S. Paulo.

E disparou: “Ele é um senhor de 93 anos e não tem mais aquele pique e aquela disposição. Acho que ele merece descansar… Ele passou o bastão para a Patrícia, deu o programa para ela fazer do jeito dela, com a cara dela. O mesmo fez com todas as meninas, e é isso. Mas, se um dia ele quiser voltar, ele volta”.

Cintia Abravanel também explicou a decisão de não integrar a equipe do SBT, como suas irmãs. “Deus me livre e guarde. Nunca quis trabalhar na televisão, pois tenho um gênio muito forte e não conseguiria fazer do meu jeito. Foi muito bom ter ficado no teatro, fazer um trabalho incrível com o Centro Cultural. Me sinto realizada”, confessou.

A artista plástica destacou ainda: “Acho importante a gente saber qual é o nosso lugar. Tive o meu lugar, que era o teatro, e agora, nas artes plásticas”.

Ela revelou que a herança milionária de Silvio Santos já começou a ser repartida.

“O meu pai já dividiu, sim, uma parte da herança, e eu acho importante. Ele está tendo a oportunidade de ver o que nós estamos realizando com as coisas que ele construiu. Achei muito inteligente da parte dele poder acompanhar tudo isso. Nada valeria a pena se ele não estivesse mais aqui. Ele curte tudo e pergunta também. Outro dia, ele perguntou sobre a TiJama (marca de pijamas de Tiago Abravanel)”, contou Cintia.

Conteúdo Metrópoles

Compartilhe
CONTINUE LENDO

GERAL

Tutores precisam ter cuidados especiais com os animais em períodos de seca

Para garantir que os pets não sofram com os problemas ocasionados pela seca, é essencial que a hidratação fresca e gelada esteja em dia.

Compartilhe

Publicado

em

Por Eduardo Fernandes

Cuidados especiais, em uma época que demanda atenção. No período da seca, é normal que os humanos sigam determinadas recomendações para manter a saúde em dia. Em relação aos pets, não é diferente. Muito pelo contrário, é fundamental que os tutores estejam atentos a essas mudanças climáticas, para que os bichos não sofram e permaneçam com um ótimo bem-estar.

Segundo Tainã Vaz, veterinário do Hospital Veterinário Star VET, existem algumas orientações fundamentais para que a qualidade de vida do animal seja preservada neste período de seca. “Primeiramente, mantenha sempre água fresca e limpa disponível para seu animal. Trocar a água várias vezes ao dia ajuda a deixá-la fresca e atrativa para o consumo. Além disso, procure oferecer alimentos úmidos, como rações enlatadas, que ajudam a aumentar a ingestão de líquidos. Lembrando semprew de oferecer água filtrada”, ensina.

Outro fator importante é a necessidade de criar um ambiente confortável e fresco para o pet, com acesso a sombras e, se possível, sempre utilizando ventiladores ou ar-condicionado. Tudo isso para que o animal tenha onde se abrigar em dias de calor excessivo, buscando áreas ventiladas e sombreadas.

Para incentivar a hidratação, o tutor pode usar fontes de água, que são mais atrativas para muitos animais, principalmente gatos. “Adicionar cubos de gelo na água ou saborizá-la levemente com caldo de carne ou frango sem tempero também pode ajudar. Distribuir potes de água em vários locais da casa facilita o acesso e incentiva a ingestão. Uma dica é bater frutas com iogurte natural e integral e congelar, como se fosse picolé. Pode ser feito também com pedaços de carne”, acrescenta Tainã.

Amor e atenção

Uma relação que começou desde a infância. Isabela Sobrinho, 20 anos, é tutora da shitszu Loli. Em casa, a família é apaixonada pela cadela e mantém todos os cuidados necessários em eventuais mudanças climáticas. Na seca, claro, essa realidade não se modifica. Por isso, tem o costume de colocar gelo na água da animal, trocando com constância para mantê-la gelada e fresca.

“Também sempre tem algum ventilador ligado, por sempre ter alguém em casa com ela. A seca piora um pouco o probleminha de pele dela, então temos que dar um pouco mais de atenção. Além disso, ela não passa nenhuma dificuldade”, completa a jovem. O que facilita todo o processo neste período é a boa vontade de Loli, que sempre teve hábito de beber bastante água em qualquer época.

No entanto, essa razão também faz com que os familiares fiquem em alerta, para que o líquido seja oferecido em vários cômodos da casa com alguns cubos de gelo no recipiente. No que diz respeito aos passeios curtos, Isabela não costuma levar nenhuma garrafinha de água para consumo. “Fazemos isso apenas quando saímos de casa com ela por um longo período de tempo”, ressalta a estudante de fisioterapia.

Seca prejudicial

Cuidados com a hidratação da pele, evitar locais quentes e sem ventilação são outras orientações destacadas pelo veterinário Mário Falcão, especialista em oftalmologia veterinária de pequenos animais. Segundo ele, a utilização de colírios lubrificantes para olhos e umidificadores para as vias respiratórias ajudam a minimizar os impactos da seca. Evitar exercícios físicos intensos ao Sol também é aconselhável.

De acordo com Mário, os problemas respiratórios estão relacionados a variações de temperatura e ao tempo seco, que podem levar a gripes, resfriados e até mesmo quadros mais graves de pneumonia se não tratados a tempo. “Quando pensamos em gatos, o complexo respiratório felino tem predisposições que podem afetar todo sistema respiratório, além do ocular. É mais grave em filhotes e possuem alta taxa de transmissão”, aponta.

As doenças dermatológicas também podem ser uma preocupação nesta época do ano, sobretudo as dermatites alérgicas. Elas causam desconfortos, lambeduras e coceiras constantes. Os olhos dos cães sofrem com dois problemas principais na seca: a conjuntivite alérgica pelo excesso de poeira e a síndrome do olho seco, que ocorre por aspectos quantitativos ou qualitativos.

Ambos os quadros, no entanto, favorecem o aparecimento de lesões oculares preocupantes como as úlceras de córnea, que têm potencial de levar à cegueira se não tratadas e identificadas de forma adequada. Os sinais incluem olhos vermelhos e irritados que levam à secreção ocular excessiva e à coceira constante.

Entretanto, como ressalta Mário, a desidratação, sem dúvidas, é o que causa maior preocupação. “Os cães trocam temperatura pela boca, por não terem o mecanismo de transpiração como o nosso, por isso a ingestão de água se torna muito importante. Além da desidratação, o risco de hipertermia maligna aguda se torna muito alto. Ou seja , não deixe o pet em ambientes fechados (como carros e caixas de transporte) sem ventilação e sem acesso à água fresca”, finaliza.

Quais os cuidados para cães e gatos?

Para os cães, é importante evitar passeios nas horas mais quentes do dia, preferindo horários mais frescos, como o início da manhã ou o final da tarde. Usar protetor solar específico para pets em áreas expostas, como nariz e orelhas, é recomendado para espécies de pelagem curta. “Para os gatos, que tendem a beber menos água, oferecer alimentos úmidos é crucial para garantir uma boa hidratação. Essencial mantê-los em ambiente interno fresco e com áreas sombreadas, pois os gatos são mais sensíveis a mudanças no ambiente”, complementa Tainã Vaz.

Prejuízos físicos

Desidratação
Desmaio ou até mesmo síncope
Aumento da temperatura corpórea com risco de óbito
Cuidados ao passear

Leve água fresca e limpa para o seu pet em todos os passeios.
Evite passear com seu pet durante as horas mais quentes do dia.
Procure áreas com sombra para descansar e permita que seu animal se refresque.
Nunca deixe seu bichinho sozinho em um carro fechado, mesmo que por pouco tempo.
Evite pisos quentes.
Ande com um lubrificante ocular sem conservante no bolso para usar quando necessário.
Fique atento ao padrão respiratório do seu pet. Caso o mesmo fique muito arfante ou com uma respiração formada, é hora de parar o passeio e deixá-lo descansar.
Fonte: veterinário Mário Falcão, especialista em oftalmologia veterinária de pequenos animais

Fonte: Correio Braziliense

Compartilhe
CONTINUE LENDO

GERAL

Previdência fará ‘pente-fino’ em 800 mil benefícios temporários do INSS

Carlos Lupi explicou que os beneficiários não serão convocados a comparecer presencialmente nas agências do INSS porque o pente-fino será feito a partir do cruzamento de dados cadastrais

Compartilhe

Publicado

em

Foto: Arquivo FN

O ministro da Previdência Social, Carlos Lupi, afirmou nesta sexta-feira (5) que o governo fará “um pente-fino” em 800 mil benefícios temporários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), a partir de agosto deste ano.

Segundo ele, há uma previsão de que esse tipo de revisão aconteça a cada dois anos. No entanto, no caso dos benefícios temporários, o processo não é realizado desde 2019. A meta é checar a validade dos benefícios que estão vigentes há mais tempo.

“Não é bem revisão de benefícios: é uma checagem de possíveis irregularidades, porque só pode rever aquilo que você tem certeza. Então, a gente tem que primeiro checar, ver onde estão essas irregularidades, como foram cometidas”, afirmou.

O trabalho está sendo feito em parceria com o INSS e o setor de perícia-médica do Ministério da Previdência Social. A checagem começará no próximo mês e não terá prazo para terminar.

“Todo mundo que tem mais de dois anos de benefício, que não é o permanente, é o temporário, ele tem necessidade de fazer um novo exame para saber se ele continua tendo aquele direito. Então, isso já está começando a ser organizado. Isso vai dar em torno de 800 mil pessoas, um pouquinho mais, um pouquinho menos, que poderão ter que fazer essa nova perícia para confirmar o nosso benefício”, informou.

Carlos Lupi explicou que os beneficiários não serão convocados a comparecer presencialmente nas agências do INSS porque o pente-fino será feito a partir do cruzamento de dados cadastrais. Caso haja irregularidade, a pessoa será comunicada.

“Estamos começando um sistema de triagem, de apuração, de possíveis irregularidades para corrigir rumos. A cada dois anos, se pode fazer isso”, informou sem estimar quantas irregularidades podem ser detectadas.

O objetivo do governo é abrir espaço no orçamento para os gastos livres dos ministérios, pressionados por conta do limite do arcabouço fiscal, a nova regra para as contas públicas, e também tentar cumprir a meta de zerar o rombo das contas do governo neste ano.

AratuOn

Compartilhe
CONTINUE LENDO

Mais Lidas