conecte-se conosco



BAHIA

Governo da BA diz que falta de comprovação vacinal em eventos culturais pode causar detenção

Publicado

em

Após uma reunião entre os secretários de Segurança Pública, Ricardo Mandarino, de Cultura, Arany Santana, e integrantes da cúpula das duas secretarias, o governo da Bahia divulgou uma determinação que diz que as pessoas que tentarem entrar em eventos culturais sem a comprovação vacinal contra a Covid-19 podem ser detidas e conduzidas para uma delegacia.

A medida vale para eventos em áreas públicas, sob responsabilidade da Secretaria de Cultura (Secult). O encontro ocorreu no Centro de Operações e Inteligência da SSP. E também contou com a presença do Comandante Geral da Polícia Militar, o coronel Paulo Coutinho.

O secretário Ricardo Mandarino determinou que equipes da Polícia Militar e da Polícia Civil atuem nos casos de desrespeito ao decreto estadual que exige a apresentação do comprovante de vacina para entrada nos espaços públicos, inclusive os culturais.

“Não vamos tolerar esse tipo de postura, de desrespeito. Vamos atuar junto com a Secult, que vai manter a SSP informada sobre o calendário dos eventos para que sempre haja equipes de plantão prontas para atuar, no caso de necessidade”, afirmou secretário

A secretária de Cultura, Arany Santana apresentou situações relatadas por agentes de sua pasta que realizam a conferência do documento de comprovação de vacinação nos ambientes culturais.

De acordo com Arany foram relatados casos de ameaças realizadas por pessoas que não comprovaram o esquema vacinal completo. “As pessoas precisam ter em mente que a determinação do governador visa a salvar vidas. Nós vamos fazer cumprir de qualquer forma e, a partir de agora, com o apoio da SSP,”, afirmou a gestora.

Além da disponibilização de equipes da PM para atuarem nos dias de eventos nas praças sob responsabilidade da Secult no Centro Histórico, a Polícia Civil vai manter a Delegacia de Proteção ao Turista (Deltur) em regime de plantão durante os dias de evento para encaminhamento dos conduzidos.

Conteúdo G1

Compartilhe
CONTINUE LENDO

BAHIA

Número de famílias em extrema pobreza cresce 14,5% em Salvador

Classificação engloba grupos com rendas familiares de até R$ 105 por pessoa

Compartilhe

Publicado

em

Foto: Marcello CasalJr/Arquivo Agência Brasil

O número de famílias em situação de pobreza e extrema pobreza cresceu mais de 14% em Salvador, neste ano, em comparação com o ano passado. A análise foi feita pelo portal g1, a partir de dados coletados pelo Cadastro Único (CadÚnico) da capital baiana.

Enquanto em dezembro de 2021, havia 212.118 famílias em situação de extrema pobreza na capital baiana, segundo a Secretaria Municipal de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre), até o dia 16 de abril, este número passou para 242.873 famílias.

Ou seja, houve um crescimento de 14,49% em apenas quatro meses. O governo federal classifica como extrema pobreza as rendas familiares de até R$ 105 por pessoa.

Já em situação de pobreza, com renda entre R$ 105,01 e R$ 210 por pessoa, estão atualmente 39.979 famílias soteropolitanas. Até o final do último ano, 35.050 famílias estavam nesta faixa de renda mensal. Neste caso, o aumento foi de 14,06%, em 2022.

Metro1

Compartilhe
CONTINUE LENDO

BAHIA

Em piso falso, PM encontra R$ 4,6 milhões em pasta base de cocaína

Rondesp BTS localizou a droga, em um imóvel, no bairro de Itacaranha, em Salvador, na tarde de terça-feira (24).

Compartilhe

Publicado

em

Foto: Divulgação

Equipes das Rondas Especiais (Rondesp) Baía de Todos os Santos (BTS) encontraram, em um piso falso, 4,6 milhões de reais em pasta base de cocaína. O flagrante ocorreu, na tarde de terça-feira (24), no bairro de Itacaranha, em Salvador.

Os militares realizavam ações de rotina, na região, quando decidiram abordar um veículo modelo Spin, placa PLC-5A70, na Rua Rio Paragaçu. O indivíduo que conduzia o automóvel iniciou fuga, parou o automóvel e entrou em uma residência.

Os militares alcançaram o homem, no imóvel. Durante varreduras e percebendo o nervosismo do suspeito, os PMs notaram um piso oco. Ao levantar a cerâmica, as guarnições localizaram 184 tabletes de pasta base de cocaína. A droga estava embalada em plásticos com a bandeira da Alemanha.

O criminoso e as drogas foram apresentados no Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco).

Metro1

Compartilhe
CONTINUE LENDO

BAHIA

Tarifas de pedágio da BA-093 serão reajustadas a partir desta quarta-feira; confira novos valores

Publicado

em

Foto: Divulgação/CBNorte

A tarifa do pedágio do Sistema BA-093 sofreu reajuste e os novos valores começam a valer a partir desta quarta-feira (25). A autorização do aumento, da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba), foi publicada no Diário Oficial do Estado de sábado (21) e corresponde à readequação anual prevista no contrato de concessão.

O trecho do Sistema BA-093 é composto por sete rodovias, sendo elas as estradas do Cia/Aeroporto, Via Parafuso, Via Metropolitana Camaçari-Lauro de Freitas e o trecho de Simões Filho, até a entrada de Camaçari.

Após o ajuste, a tarifa para automóveis, por exemplo, passa a ser R$ 5,30 durante todos os dias da semana. Antes, o valor pago era de R$ 4,90. [Confira todos os valores no final da matéria]

As outras categorias de veículos, como os caminhões, ônibus e motocicletas também passam por uma alteração proporcional.

Toda a extensão do Sistema tem atendimento 24 horas, com cinco bases de Serviço de Apoio ao Usuário (SAU), com guinchos, ambulâncias e viaturas de inspeção de tráfego.

Os apoios são acionados com o monitoramento de 47 câmeras distribuídas ao longo da rodovia através Centro de Controle Operacional (CCO), ou pelo telefone de emergência 0800.600.0093.

Confira os novos valores:
Categoria 1
Automóvel, Caminhonete e furgão.
Valor: R$ 5,30

Categoria 2
Caminhão leve, ônibus, caminhão-trator e furgão.
Valor: R$ 10,60

Categoria 3
Automóvel e caminhonete com semi-reboque
Valor: R$ 7,90

Categoria 4
Caminhão, caminhão-trator com semi-reboque e ônibus.
Valor: R$ 15,90

Categoria 5
Automóvel e caminhonete com reboque
Valor: 10,60

Categoria 6
Caminhão com reboque, caminhão com trator semi-reboque.
Valor: R$ 21,20

Categoria 7
Caminhão com reboque, Caminhão- trator com semi-reboque
Valor: R$ 26,40

Categoria 8
Caminhão- com reboque, Caminhão-trator com semi-reboque
Valor: R$ 31,70

Categoria 9
Motocicletas, motonetas e bicicletas moto.
Valor: R$ 2,60

Categoria especial
Composição veículo-carga
Valores: R$ 37, R$ 42,30 ou R$ 47,60

Conteúdo G1

Compartilhe
CONTINUE LENDO

Mais Lidas

novo