conecte-se conosco



POLÍTICA

Se não votar até fevereiro, Previdência fica para próximo presidente, avisa Maia

Publicado

em

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, afirmou nesta quarta-feira (31) que, se a votação da reforma da Previdência não for feita até fevereiro, o assunto não será mais colocado em pauta por ele.

“Sem a reforma a gente não sabe o que vai acontecer com o Brasil, mas não vou ficar nessa agenda a vida inteira. Não dá para carregar isso além do mês de fevereiro. Votou em fevereiro, votou. Não votou, será a agenda da eleição e vamos ver quem vai enfrentar o tema de forma transparente”, disse o democrata.

O parlamentar ainda admitiu que o governo não tem, hoje, os 308 votos necessários para aprovar a matéria na Casa, mas afirmou acreditar que é possível conseguir maioria para aprovar pelo menos alguns pontos da proposta, como idade mínima e a igualdade para servidores públicos.

“Alguns defendem que é esse texto ou nada. Acho que se tiver voto com esse, ótimo, se tiver voto para outro, bom. Ninguém vai achar que mesmo o próximo governo eleito com força vai fazer uma reforma previdenciária profunda. Não vai fazer”, disse Maia. Ele salientou que ainda vai haver muita conversa com os outros parlamentares.

Metro1.

Compartilhe
CONTINUE LENDO
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

POLÍTICA

TSE aprova ‘Brasil da Esperança’, federação formada por PT, PCdoB e PV

Na primeira rodada da federação “Brasil da Esperança”, a presidência ficará com Gleisi Hoffmann, presidente do PT.

Compartilhe

Publicado

em

Fotos: Lucio Bernardo Jr./ Ca?mara dos Deputados; Divulgação; Joca Duarte/GOVSP

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou, nesta terça-feira (24), por unanimidade, o pedido de registro da federação de centro-esquerda formada pelo PT, pelo PCdoB e pelo PV. O nome escolhido para a união de legendas foi “Brasil da Esperança”.

De acordo com os ministros do TSE, o grupo de partidos apresentou todos os documentos exigidos para a formação da primeira federação partidária da política brasileira.

No programa da federação, constam como prioridades a revogação do teto de gastos, a tributação de detentores de grandes fortunas e uma nova reforma trabalhista, que reverta as mudanças na legislação sancionadas pelo governo de Michel Temer (MDB), em 2017.

Na primeira rodada da federação “Brasil da Esperança”, a presidência ficará com Gleisi Hoffmann, presidente do PT. José Luiz Penna (PV) e Luciana Santos (PCdoB) dividem a vice-presidência.

Bahia Notícias

Compartilhe
CONTINUE LENDO

POLÍTICA

TSE apresentará sistema eleitoral e urna eletrônica a diplomatas estrangeiros na próxima terça

Diplomatas elegerão o time de futebol brasileiro preferido entre as embaixadas

Compartilhe

Publicado

em

Foto: Divulgação

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) realizará na próxima terça-feira (31) o evento “Sessão Informativa para Embaixadas: o sistema eleitoral brasileiro e as Eleições de 2022”.

Segundo a Corte, o encontro prevê uma série de apresentações sobre as eleições no Brasil e o sistema eletrônico de votação, que servirão como oportunidade para o esclarecimento de dúvidas e questionamentos que surgem com frequência nos contatos do público estrangeiro com o TSE.

Entre as 10h e as 17h da terça-feira (31), os diplomatas poderão conhecer o calendário das Eleições 2022 e o sistema eletrônico de votação, inclusive participando de uma votação simulada, em que elegerão o time de futebol brasileiro preferido entre as embaixadas.

De acordo com o assessor-chefe para Assuntos Internacionais do TSE, José Gilberto Scandiucci Filho, o evento tem uma importância estratégica para promover ampla transparência do processo eleitoral brasileiro a cidadãos e observadores internacionais, além de dar visibilidade ao Programa Permanente de Enfrentamento à Desinformação desenvolvido pelo Tribunal.

Metro1

Compartilhe
CONTINUE LENDO

POLÍTICA

Roma rechaça rumores de que Bolsonaro pode declinar de sua candidatura para apoiar Neto

Pré-candidato a governador da Bahia disse ainda que ele não é desistir de disputar eleição

Compartilhe

Publicado

em

Foto: Fabio Rodrigues/Agência Brasil

Pré-candidato ao governo da Bahia, o deputado federal João Roma (PL) rechaçou, nesta segunda-feira (23), rumores de que o presidente Jair Bolsonaro (PL) pode declinar de sua candidatura para apoiar o ex-prefeito soteropolitano ACM Neto (UNIÃO). A informação foi divulgada pelo jornal Valor Econômico.

“Não corresponde aos fatos o que vem sendo veiculado na imprensa de que minha pré-candidatura estaria sendo avaliada pelo presidente Bolsonaro. A notícia plantada revela apenas à vontade de quem se sente ameaçado pelo crescimento da minha pré-candidatura que continua firme e forte ao lado do presidente Bolsonaro”, disse Roma.

Roma disse ainda que ele não é desistir de disputar eleição. “Só se vence eleição, disputando-a e depois de contabilizado o último voto. Mas tem gente que acha possível ser de outra forma. Ser eleito pelas pesquisas antes de outubro. Não tem coragem de enfrentar o que foge ao seu controle: a vontade do povo da Bahia”, ressaltou, ao cutucar ACM Neto.

Metro1

Compartilhe
CONTINUE LENDO

Mais Lidas

novo