conecte-se conosco



BAHIA

Com congestionamento nas estradas e rodoviária cheia, movimento de saída de Salvador é intenso para São João

Na rodoviária, o movimento de passageiros é grande., e o trânsito é intenso no acesso ao local. Já na BR-324, o movimento no pedágio é intenso e um longo congestionamento foi formado.

Compartilhe

Publicado

em

Foto: Reprodução/TV Bahia

O movimento de saída de Salvador para o feriadão de São João é intenso na manhã desta quarta-feira (22). A rodoviária da capital tem muito fluxo de pessoas e as principais rodovias, como a BR-324, têm trânsito lento no sentido ao interior da Bahia.

Até esta manhã, o sistema ferry-boat – um dos principais meios de acesso ao Recôncavo Baiano – ainda não apresentava congestionamento. Mesmo assim, o sistema contará com viagens extras para os momentos em que a demanda crescer.

Por causa do aumento de passageiros buscando a rodoviária, o entorno do terminal tem congestionamento desde a noite de terça-feira (21). O trânsito é intenso na saída do Viaduto dos Rodoviários e na Ligação Iguatemi-Paralela (LIP), por causa do acesso ao local.

Neste ano, a expectativa é que 170 mil pessoas passem pelo terminal durante todo o feriado. A Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba) disponibilizou mil horários extras, além dos 540 que já funcionam diariamente.

As cidades mais procuradas pelos passageiros são: Cachoeira, Castro Alves, Conceição do Almeida, Cruz das Almas, Muritiba, Santo Amaro, Santo Antônio de Jesus, São Felipe e São Felix, no Recôncavo Baiano.

Além delas, outros municípios como Senhor do Bonfim, Itaberaba, Bom Jesus da Lapa, Eunápolis, Alagoinhas, Ibicuí, Jequié, Riachão do Jacuípe, Irecê, Barra e São Desidério também são buscados por quem quer aproveitar o feriado.

Rodovias

Na BR-324, o movimento no pedágio é intenso e um longo congestionamento foi formado. Esta é uma das estradas mais importantes do estado e leva a diversas cidades do interior, que têm os tradicionais festejos de São João.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) estima que 290 mil veículos passem pela rodovia no período das festas juninas. Outras rodovias também já estão com fluxo intenso de carros, como trechos das BRs 101, 116, 242 e 407, segundo a PRF.

Operações de fiscalização já foram iniciadas, para evitar ultrapassagens proibidas em trechos de pista simples, à embriaguez ao volante, ao não uso do cinto de segurança e demais dispositivos de retenção obrigatórios, ao uso do celular ao volante.

Conteúdo G1

Compartilhe
CONTINUE LENDO

BAHIA

Gás de cozinha fica mais caro na Bahia a partir desta sexta

Este já é o quarto reajuste no preço do produto somente em 2022.

Compartilhe

Publicado

em

Foto: Arquivo/Agência Brasil

Julho já começa com uma péssima notícia para os baianos. O gás de cozinha vai ficar mais caro no estado a partir desta sexta-feira (1º). Segundo o Sindicato de Revendedores (Sindrevgás) o preço para as distribuidoras foi reajustado em R$ 4,90 e o repasse para o consumidor ficará entre R$ 5 e R$ 7.

A medida faz valer a política da Acelen , empresa que controla a refinaria Mataripe (ex-RLAM), de que no dia 1° de cada mês irá rever os preços praticados, podendo haver aumento ou diminuição no valor do produto. De acordo com a TV Bahia, a Acelen não afirmou o aumento, porém, segundo o sindicato, a informação já foi passada para as revendedoras.

Segundo o levantamento semanal da Agência Nacional de Petróleo (ANP), entre os dias 19 e 25 de junho, o preço médio do botijão vendido na Bahia era de R$ 105,78. O valor mais caro do produto no estado foi de R$ 130,00 e o mais barato foi encontrado por R$ 90,00.

Este já é o quarto reajuste no preço do produto somente em 2022. A última alteração aconteceu no início de maio, quando ao contrário das outras vezes, o botijão ficou 10,7% mais barato.

Bahia Notícias

Compartilhe
CONTINUE LENDO

BAHIA

Bahia tem mais de 8 mil casos ativos de Covid-19; veja mais dados da doença nas últimas 24h no estado

Segundo Sesab, nas últimas 24 horas foram registrados 2.744 novos casos conhecidos.

Compartilhe

Publicado

em

Foto: SUAMY BEYDOUN/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

A Bahia segue com números de pacientes com Covid-19 em alta. Nesta quarta-feira (29), o estado tem 8.075 pessoas com coronavírus ativo. O estado registrou uma mortes de pessoas nas últimas 24 horas, vítimas da Covid-19, e 2.744 novos casos ativos, de acordo com o boletim publicado pela Secretaria da Saúde do estado (Sesab) nesta quarta.

De acordo com o órgão, a taxa de novos casos corresponde a um crescimento de +0,17% em relação ao boletim anterior, divulgado na terça (28), e 1.614 pessoas foram consideradas recuperadas nas últimas 24 horas.

Desde o início da pandemia, a Bahia contabiliza 30.025 mortes causadas pela doença, com 1.572.789 de casos confirmados.

O boletim desta quarta-feira registra ainda que 1.908.319 casos foram descartados e 342.588 permanecem em investigação.

Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até às 17h desta quarta.

Os dados ainda podem sofrer alterações devido à instabilidade do sistema do Ministério da Saúde. A base ministerial tem, eventualmente, disponibilizado informações inconsistentes ou incompletas.

Todos os detalhes sobre o boletim epidemiológico podem ser conferidos na plataforma disponibilizada pela Sesab na internet ou pela Central Integrada de Comando e Controle da Saúde do órgão.

Vacinação

Até o momento a Bahia tem 11.615.288 pessoas vacinadas com a primeira dose, 10.688.481 com a segunda dose ou dose única, 6.317.522 com a dose de reforço e 689.976 com o segundo reforço.

Do público de 5 a 11 anos, 970.904 crianças já foram imunizadas com a primeira dose e 553.929 já tomaram também a segunda dose.

Leitos

A Bahia tem 456 leitos ativos para tratamento da Covid-19. Desse total, 141 estão com pacientes internados, o que representa taxa de ocupação geral de 31%.

Desses leitos, 190 são de UTI adulto e estão com taxa de ocupação de 35% (66 leitos ocupados).

Nas UTIs pediátricas, 10 das 23 vagas estão com pacientes (43% de ocupação). Os leitos clínicos para adultos estão com 27% de ocupação e os infantis, com 11%.

Conteúdo G1

Compartilhe
CONTINUE LENDO

BAHIA

Bahia tem alta na geração de empregos em maio; mais de 16 mil novos postos foram registrados

Estado liderou a geração de empregos no mês no Nordeste. Salvador registrou 4.326 postos no mês.

Compartilhe

Publicado

em

Foto: Joá Souza/Futura Press via Estadão Conteúdo

Maio foi o mês de 2022 no qual mais empregos foram gerados na Bahia. Ao todo, foram 16.342 novos postos, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Durante o mês, 76.499 funcionários foram contratados e 60.157 desligados. Com esse saldo positivo, o estado passou a contar com 1.860.558 vínculos celetistas ativos, uma variação de 0,89% sobre o número do mês anterior. Já a capital do estado registrou um saldo de 4.326 postos de trabalho celetista.

Com os números de maio, a Bahia ocupou a primeira posição na geração de postos entre os estados nordestinos. A nível nacional, o estado ficou na quarta colocação.

Todos os cinco grandes grupamentos de atividades econômicas registraram saldo positivo de postos de trabalho. O segmento de Serviços (+4.887 vagas) foi o que mais gerou postos de trabalho celetistas, seguido da Indústria geral (+4.037 vagas), Construção (+3.649 postos), Comércio; reparação de veículos automotores e motocicletas (+2.258 vagas) e Agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura.

No acumulado de 2022, levando em conta a série ajustada, que incorpora as informações declaradas fora do prazo, a Bahia preencheu 62.906 novas vagas. Dentre as vagas, Salvador registrou 18.704 novos postos.

O acumulado do ano faz com que a Bahia ficasse à frente das demais do Nordeste, seguida de Ceará e Maranhão. Em nível nacional, o estado ficou na oitava posição.

Empregos no Brasil

No mês, o Brasil computou um saldo de 277.018 vagas, enquanto o Nordeste registrou um ganho de 48.847 novos postos.

Na Região Nordeste, a Bahia (+16.342 postos) foi seguida pelos estados do Ceará (+7.472 postos), Pernambuco (+6.508 postos), Maranhão (+4.910 vagas), Rio Grande do Norte (+3.519 postos), Alagoas (+3.435 postos), Paraíba (+3.128 postos), Piauí (+2.678 postos) e Sergipe (+855 postos).

Do ponto de vista da variação relativa mensal do estoque, o estado de Alagoas (+0,95%) foi acompanhado pelo Maranhão (+0,92%), a Bahia (+0,89%), Piauí (+0,88%), Rio Grande do Norte (+0,80%), Paraíba (+0,72%), Ceará (+0,62%), Pernambuco (+0,51%) e Sergipe (+0,30%).

O crescimento do emprego celetista também foi observado no Brasil e no Nordeste no acumulado de janeiro a maio, com 1.051.503 e 96.913 novas vagas, respectivamente.

Conteúdo G1

Compartilhe
CONTINUE LENDO

Mais Lidas

novo